quinta-feira, 23 de junho de 2011

Não consigo ganhar dinheiro com nada, tem muita concorrência!

Mais um post especial do nosso querido Leandro Benitez. Então você já sabe que é hora de se ajeitar na cadeira e relaxar, porque vem pela frente uma ótima leitura!!


Aproveitem meninas!

Grande beijo!
Maiara Xavier

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Há alguns anos surgiu na minha cidade a tal de Herbalife, um primo meu veio com aqueles botons de “Perca peso agora, pergunte-me como”, eu logo comecei a prestar atenção no que ele falava sobre o assunto, eles organizavam reuniões para falar dos produtos e de como eles eram benéficos para a saúde de quem os consumia, eu gostei do assunto, dos argumentos e principalmente de quando eles falavam da oportunidade de desenvolver um negócio próprio, de como algumas pessoas tinham começado como forma de obter uma renda extra e terminaram adotando isso como forma de negócio principal.

Não demorou muito e as pessoas começaram a aderir em busca de uma qualidade de vida melhor e de uma alternativa de negócio, porém todas elas vieram e seguiram pelo caminho da perda de peso.

O meu pai, instigado pelo meu primo decidiu fazer o cadastro, tomou os produtos e gostou, em pouco tempo as pessoas viam ele tomando e começavam a questionar sobre o produto, mais uma venda era fechada e assim o ciclo continuava. Meses depois o meu pai mandou fazer uma placa para colocar na frente da casa dele, não eram poucas as pessoas que paravam para comprar os produtos por causa da placa.

Eu, que já tinha no sangue o desejo por negócios, por lucrar com boas oportunidades pedia desesperadamente para o meu pai fazer o meu cadastro e me deixar vender os produtos também, porém ele que sempre teve o cuidado de fazer com que nós (seus filhos) seguíssemos pelos caminhos que nós escolhêssemos e não os dele. Em outras palavras, ele cuidava para que nós escolhêssemos fazer aquilo que queríamos e não fez como muitos outros pais que querem viver a vida dos seus filhos.

Mesmo com a minha insistência meu pai não cedia, eu fazia a propaganda para ele e ele finalizava as vendas dos produtos.

Porém o meu primo decidiu apostar em mim e fez o meu cadastro sem que eu precisasse pagar por ele, o meu pai me deu alguns produtos para eu tomar, eu tinha então o meu cadastro pronto e tinha alguns produtos para tomar, só que eu não queria perder peso, e não queria andar com uma balança por aí, não queria ficar medindo a massa corpórea das pessoas com o adipômetro muito menos ficar controlando mensalmente as medidas dos meus clientes com uma fita métrica, porém existiam outros segmentos pouco explorados pelo pessoal da Herbalife, os esportistas e os idosos.

O shake da herbalife poderia ser tomado de três formas, uma delas era substituindo duas refeições por dia (perda de peso), outra substituindo só uma (manter o peso mas cuidar da nutrição do corpo, já que ele tem as proteínas e vitaminas que precisamos) ou a última e minha preferida, não substituindo nada, pelo contrário, somando, eu tomava após o almoço e após a janta um copo de shake com o intuito de ganhar massa magra, e funcionava. Eu comecei a tomar o shake junto com a proteína de soja que a herbalife também tem e comecei e ganhar massa magra.

Mesmo assim, era difícil de vender o produto para esportistas, os mesmos já tinham os produtos conceituados no mercado de fisiculturistas e além disso, a maioria não queria nem saber de nutrição e sim de ganhar músculo rápido.

Restava-me então um mercado ainda não explorado, o da terceira idade (é claro que existiam muitos outros, porém para mim estes dois eram os mais claros). Foi então que comecei a focar neste nicho e adivinhem quem foi a minha primeira cliente? A minha avó abençoada, ela comprava rigorosamente todos os meses o shake, a proteína de soja e o cálcio, ahh o cálcio, mal sabia eu que este seria a meu carro chefe lá na frente.

A minha avó tomava e realmente gostava dos produtos, ela era disciplinada para tomar os produtos da forma como deveriam ser tomados, e marqueteira que só, deixava os produtos expostos para me ajudar a vender. Ela comentava com as pessoas dos resultados que ela tinha e as pessoas vendo nela a honestidade e prova viva do resultado se interessavam e perguntavam quem vendia, adivinha quem ela indicava???? Isso mesmo a mim! E foi assim que eu comecei a fazer a minha carteira de clientes. Foi então que aprendi a importância de fidelizar os clientes, do pós venda, do cuidado com as pessoas e não só empurrar um produto para que elas comprem e logo sair atrás de novas vítimas!

Eu comecei a ganhar o meu dinheiro honestamente e ajudando pessoas que realmente tinham resultado com o que eu vendia.

Comecei a fazer panfletos, a colocar anúncios nos jornais com o dinheiro que eu ganhava, mandei fazer uma pasta com a palavra HERBALIFE do lado, a pasta carregava os meus produtos e umas fichas que eu criei de forma a conhecer os meus clientes. Eu não perdia uma oportunidade, ia de casa em casa, a cada cliente que eu fazia era uma nova amizade na minha vida, de tempos em tempos, eu pedia aos meus clientes que me indicassem pessoas que poderiam querer tomar os produtos para que eu as visitássem, e elas indicavam felizes de poder participar contando as suas histórias.





Um dia aconteceu uma coisa muito engraçada e que até hoje parece história de pescador, mas conheci um senhor de uns 68 anos que mal conseguia caminhar porque sofria de artrose, eu conversei com ele, expliquei como os produtos funcionavam, o que era artrite e artrose e como com o tratamento ele poderia ir melhorando os sintomas, é claro que eu não estava mentindo, eu tinha estudado, eu lia revistas sobre o assunto e buscava material até mesmo para poder usar contra os céticos e os debochadores que ao verem um adolescente falando de saúde vinham me questionar sobre o que eu entendia do assunto, eu não deixava barato e muitas vezes saía com mais um cliente :-).

Bom seguindo na história do senhor de 68 anos, após eu explicar tudo ele decidiu fazer um teste tomando os produtos, marcamos de eu visitar ele após uns cinco dias para ver como ele estava se adequando aos produtos, se estava gostando de tomá-los, afinal de contas nem todo mundo gostava de tomar com leite, daí eu sugeria tomar com suco, ou misturar frutas com o leite. Após passados os cinco dias eu fui na casa dele novamente logo ele veio com uma conversa de que havia levado os produtos no médico dele, dai logo eu pensei, agora me lasquei, mais um médico querendo me tirar os clientes falando que isso não presta para nada, que isso é tudo mentira, que ele tinha era que tomar remédio! Porém para minha surpresa (e não foi pouca) ele me contou que o médico mandou ele parar de tomar os remédios que tinha passado e ficar tomando somente os produtos que eu estava vendendo para ele, o médico leu as propriedades do cálcio e do shake, procurou informações sobre os mesmos e passou a indicar para outros pacientes, acreditam nisso?



Bom, para minha felicidade, o cliente que estava ainda cético ficou mais motivado em tomar e seguiu rigorosamente as minhas indicações.

A próxima visita seria para repôr os produtos para ele e assim foi, quando eu cheguei na casa dele após 25 dias do nosso último encontro, ele estava vibrante, feliz e louco para me contar a novidade, eu sem entender muito mas feliz por ver ele daquele jeito apressei-me em descobrir do que se tratava, ele então me levou até uma garagem e apontou para o teto, eu olhei e avistei uma muleta enfiada no meio das madeiras, ele me olhou sorrindo e falou, não preciso mais dela, estou caminhando super bem, me sentindo super bem, e eu assombrado pensei, se eu contar ninguém vai acreditar, vão rir de mim, melhor ficar quieto, mas fiquei extremamente feliz de pensar que se o produto era capaz de fazer isso eu poderia fazer muita coisa para ajudar as pessoas e ganhar a vida com isso.


Não precisava nem mesmo eu pensar em contar a história para tentar ganhar novos clientes, o meu cliente de 68 anos estava fazendo isso para mim, ele comentava com as pessoas que conheciam ele e o viam abatido, mostrava a todos a muleta pendurada no teto e passava os meus contatos.

As pessoas começaram a me ligar e se gerou um ciclo virtuoso, eu ajudava as pessoas que me ajudavam e eu ajudava mais pessoas que também me ajudavam e assim foi por dois anos. Eu ganhava um bom dinheiro vendendo os meus produtos e chegou um momento em que eu não precisava mas captar clientes, os clientes que eu já tinha me indicavam e com a reposição dos produtos eu me mantinha, todo mês era garantido o dinheiro da reposição dos produtos para os meus clientes e sempre tinha uma ou outra pessoa nova para visitar.

Não me recordo bem, mas acho que se peguei um cliente com foco em perda de peso foi muito, todas as pessoas que eu atendia eram da terceira idade ou pessoas em busca de nutrição e não de perda de peso, cheguei a ter clientes com problema de prisão de ventre, os produtos tinham muitos benefícios e vendê-los era fácil, já que eu tomava e sabia que era bom, eu tinha clientes que já tinham resultados, não se consegue vender uma coisa na qual não se acredita.

Eu participei de treinamentos denominados STS (Sistema de Treinamento para o Sucesso) e neles eu conhecia pessoas, desenvolvia-me, ficava motivado vendo pessoas de outras partes do mundo que tinham feito sucesso vendendo os produtos da Herbalife.

Foi uma das coisas que eu fiz que mais me desenvolveu, tanto como pessoa quanto como profissional, eu aprendi a falar em público e vender os meus produtos, a argumentar quando alguém questionava sobre a veracidade dos resultados dos produtos, a pesquisar sobre o mercado no qual eu atuava para poder explicar para os meus clientes como e por que os produtos davam resultado, aprendi o valor de ganhar dinheiro com esforço caminhando pela cidade com a minha pastinha com produtos ao meio dia, debaixo de chuva e de sol, aprendi o valor de uma amizade, a importância de encarar o nosso trabalho não como obrigação para ganhar dinheiro e sim como uma forma de viver, de ajudar as pessoas e ser recompensado por isso.

Posso dizer que hoje, boa parte do que sou, boa parte das minhas conquistas proveio das vendas, do marketing multinível muito temido e criticado pelas pessoas, quando na verdade as críticas não passam de medo de encarar o fato de ser remunerado pelo seu esforço e não pelo seu cargo.

Fui com certeza o vendedor de Herbalife mais jovem da minha cidade, um dos poucos a vender um plano total de produtos (venda de todos os produtos de nutrição) e fui muito feliz fazendo isso, porém, por problemas pessoais comecei a deixar os meus clientes de lado, comecei a ser displicente no meu atendimento, a não ir atender novos clientes até que parei completamente de me esforçar, descolori os cabelos, fiz uma tatuagem no dia do meu aniversário de 18 anos e me revoltei com a vida, começou então a minha primeira e grande queda.



Há alguns meses comecei a tomar os produtos por conta própria por que senti a necessidade de cuidar da minha alimentação, procurei um espaço vida saudável (sistema novo da Herbalife onde se toma o shake e dois chás nas medidas certas para uma nutrição completa), o mais legal é que além de cuidar da minha saúde eu economizei muito dinheiro, já que o preço é de R$ 7,00 pela nutrição completa e eu geralmente gastava R$ 20,00 com almoço.

Não demorou muito para que as pessoas ficassem curiosas sobre como funcionava esse tal espaço vida saudável que eu estava indo, então lá estava eu novamente, levando as pessoas para o espaço vida saudável, ajudando-as a cuidarem de sua nutrição e ganhando a minha de graça por ter levado mais três pessoas comigo, logo eram cinco, depois seis, e assim terminamos levando o espaço vida saudável para a empresa. O dono do espaço vida saudável ia na empresa todos os dias e preparava os produtos para nós e para todos que quisessem tomar, nlogo muitas pessoas aderiram a ideia, afinal de contas, pagar R$ 7,00 por uma boa nutrição, não precisar sair da mesa de operações para comer (no mercado financeiro os horários de maior pico são abertura, meio dia e fechamento, os operadores precisam ficar de olho nos preços das ações nestes horários por que é aí que eles geralmente dão um salto). Além de tomar os produtos na corretora, o pessoal queria tomar em casa também, então eu reativei o meu cadastro e comecei a vender os produtos novamente, porém sem o comprometimento inicial, vendi bastante produto e no fim muitos deles se cadastraram para poder comprar os produtos diretamente da Herbalife, o que para mim era melhor ainda, eu não precisava fazer pedido e a cada pedido deles eu ganho royalties, assim como sobre o pedido de toda e qualquer pessoa que eles cadastrarem abaixo deles.



Moral da história, quando for começar um negócio, comece com toda a vontade e dedicação que você tiver, o sucesso do seu negócio depende exclusivamente de você. Muitas vezes as pessoas irão tentar te desmotivar, porém você tem todas as ferramentas necessárias para mostrar que elas estão erradas e você certa, procure se informar, estude, quebre os paradigmas, crie coisas novas, pense fora da caixinha e veja o que os outros estão deixando passar, o que eles não estão fazendo, então entre e faça!

Cuide dos seus clientes não como fonte de renda, mas como um amigo, ele sabe a diferença assim como você sabe quando alguém vem tentando lhe empurrar um produto a todo custo. Faça o pós venda, presenteie o seu cliente com livros que ele goste, com Cd's, ou com descontos inesperados, faça coisas que ele não espera e não espere nada além de um sorriso em troca.

Pense que toda pessoa é um contato, todo contato conhece outras pessoas, que poderão ser um contato no futuro, afinal de contas, qual de vocês meninas nunca soube de uma liquidação por causa de um contato, quem nunca descobriu aquele AP para alugar pertinho do metrô e com um preço muito legal por que uma amiga indicou? Quem nunca descobriu que tem uma promoção de celular em uma loja da esquina da rua barbada com a acheiumaboaoferta?

Minha dica final para vocês querias leitoras do blog da mulher rica, não tenham medo, não tenham vergonha, estes sentimentos foram criados para nos prender no mundo do fracasso, para nos amarrar no remorso de atitudes não tomadas! Saia, converse, ande sempre com o seu cartão de visita no bolso, faça novos amigos, converse com a senhora da copa, com o gari, com o cobrador do ônibus, com o aquela pessoa engravatada que parece ser o dono de um banco, lembre-se, todos somos pessoas, todos temos necessidades, medos, anseios, o que nos difere é sempre a atitude!

Tenha atitude e siga em frente, ache meios alternativos para economizar no almoço e ao mesmo tempo cuidar da sua saúde, explore meios de ganhar dinheiro ajudando sem ter que se dedicar em período integral, adote meios de renda extra, seja por meio de tradução de textos para um outro idioma, seja vendendo alguma coisa que você mesma faça (doces, bolos, bijuterias, quadros, almofadas medicinais, entre tantas outras coisas que tem por ai), revenda roupas para amigas, as lingerie que você ama, compre mais algumas peças e ofereça para as suas amigas.

Vocês já viram que o que não falta são possibilidades, mas sim atitudes, podemos ver isso claramente quando vamos falar com uma pessoa para lhe dar uma sugestão e ela logo coloca milhares de problemas para não aceitá-la, caso você seja assim, não se preocupe, está no lugar certo e fazendo a coisa certa!



Muito obrigado por ler mais um post que escrevi de todo o meu coração, trazendo por meio da minha experiência adquirida com as histórias mais inusitadas que eu já vivi e que me trouxeram até aqui.

Um super abraço a todas, fiquem com Deus e que Ele lhes mostre o caminho da vitória!

Leandro Benitez

4 comentários:

  1. Não entendi nada!! Estou sem foco nenhum.Tambén sou uma distribuidora hERBALIFE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Como estão os trabalhos com a Herbalife?

      Abraços

      Excluir
  2. EU FIZ O MEU CADASTRO NA HERBALIFE HA DOIS ANOS MAS SO AGORA VOU COMEÇAR A DESENVOLVER. ESTOU PESQUISANDO SOBRE TUDO, OUVI RELATOS BONS E OUTROS ASSUSTADORES SOBRE A HERBALIFE. E AGORA?? COMO DEVO AGIR??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Débora,

      Os comentários que ouvistes e lestes devem ser apagados da tua mente, não leve a experiência dos outros para a tua vida.
      Independente de ser com a Herbalife ou qualquer outro serviço, o que vai importar é a tua determinação e vontade de fazer acontecer.

      Se estas mesmo decidida a levar esse trabalho adiante, faça tudo com muito capricho e excelência e alcançarás o sucesso.

      Os teus resultados estão diretamente relacionados com os teus esforços!!!

      Então, bora trabalhar!!!

      Sucesso pra ti querida!

      Depois passe por aqui para me contar como estão indo os negócios!

      Beijinhos

      Excluir

Estar aqui significa que você já deu o primeiro passo em busca da sua independência financeira.
Muito obrigada pela sua participação!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...