terça-feira, 31 de maio de 2011

Para alegrar sua alma!

Há algumas semanas eu recebi esse vídeo de uma querida amiga, e foi encanto a primeira vista.

Ele já está rolando pela net faz um tempinho, mas resolvi trazer para vocês com muito carinho para alegrar a noite de terça.

Vale a pena conferir!

Beijinhos flores, fiquem com Deus!

oração . a banda mais bonita da cidade



sábado, 28 de maio de 2011

É hora de levantar do banquinho!

Olá meninas, 
O post de hoje é mais uma curiosa e divertida história do nosso colaborador Leandro Benitez.
Que através de suas palavras deixa grandes mensagens de incentivo e inspirações!

Boa leitura e não deixem de participar com seus comentários!!!

Beijinhos flores!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
Olá leitoras do blog Mulher Rica! Hoje decidi dar um pulo aqui para trazer uma nova história mais um pedacinho de mim na esperança de que isso de alguma forma, ajude vocês a superar mais uma berreira, vencer mais um obstáculo e subir mais um degrauzinho em direção a sua independência financeira.

No meu último post aqui no blog contei para vocês a história de como consegui viajar para a Fena Doce com o dinheiro que consegui vendendo “PESTO”, a moral da história era que não importa a sua circunstância, quando queremos alguma coisa de verdade, damos um jeito e criamos soluções para conseguir o que queremos, no meu caso, o meu desejo era poder viajar junto com os meus amigos, porém a falta de dinheiro me fez criar uma solução alternativa, fazer e vender pesto, um tempero muito famoso no Uruguai e utilizado para colocar no churrasco ou no pão.

Hoje eu venho contar para vocês uma outra história minha, porém esta tem um objetivo diferente, vamos ver se vocês conseguem descobrir até o final do post.


Bom, lá estava eu sentado no banquinho da loja de calçados dos meus avós, o banquinho era daqueles que tem nas lojas para o cliente sentar e experimentar os calçados, a base toda metálica e com o acento forrado de napa. Este banquinho teve uma participação muito grande na minha vida, foi nele que eu passei a maior parte da minha adolescência, reclamando dia após dia da desgraça que era a minha vida, era sempre a mesma coisa, sempre a mesma monotonia, eu não tinha amigos, não tinha dinheiro, não tinha nada, ohh vida, ohh céus, como eu era coitadinho! Chegava a dar pena de mim mesmo!



Uma das minhas rotinas era todos os dias ler o horóscopo do jornal a Folha, incrível pensar que eu me baseava no que estava escrito lá para saber se o meu dia seria bom ou ruim, mas vem cá, você não conhece alguém que é assim também?

Bom, a outra coisa que eu fazia era ler os classificados de um jornal local da minha cidade, lá eu olhava tudo que pudesse chamar a minha atenção, muitas vezes ligava para donos de teclados (musicais), donos de baterias (instrumento musical), ligava para donos de motos, de fuscas, até mesmo donos de saxofones, para que? Sei lá, acho que eu tinha uma ansiedade muito grande com definir alguma coisa, uma ansiedade de que alguma coisa acontecesse na minha vida, porém nada de interessante acontecia, ou eu não tinha dinheiro para comprar ou simplesmente era chamado de louco pela minha família. Porém determinado continuei olhando dia após dia os classificados até que uma coisa chamou a minha atenção!

"Vende-se pirógrafo semi profissional, ótimo para escrever em couro, isopor, madeira, ótimo para fazer lembranças, quadros decorativos, entre outros, interessados tratar com fulaninho de tal no telefone qualquer número ou no endereço: rua descobri o que quero da vida 123vivaviva. "


Liguei para o dono do pirógrafo e perguntei quanto ele queria, na época era algo entorno de R$ 150,00, para mim, uma fortuna inalcançável. Pensei: Quero isso, quero muito isso!!!



Tentei levantar o capital com meus familiares, argumentei com eles os benefícios que o pirógrafo traria, de como eu poderia ficar rico pirografando mateiras (estojo onde nós gaúchos carregamos o chimarrão – feito em couro), pirografando selas de cavalos, etc. Nada feito, ninguém disposto a arriscar o seu capital com um empresário que não tinha plano de negócios! Porém lembram do que eu falei antes? Quem quer consegue (não é a toa que esta é a frase do instituto universal brasileiro), decidi que ia ter aquele pirógrafo, foi aí que decidido procurei o dono do mesmo para uma conversa homem a homem, chegando no seu endereço descobri que a esposa dele tinha uma loja de alugar roupas para festas (ternos, vestidos, smoking, etc) pronto, resolvido o meu problema, falei para o cidadão, meu caro, te dou um smoking que eu tenho em troca do pirógrafo, ele pensou, pensou e disse, vou falar com a minha esposa e já te digo.

Tic tac, Tic tac... e ele volta, bom, vamos fazer o seguinte, traz o smoking e vamos ver como ele está, se estiver tudo ok a gente troca.

Eu fui correndo até a minha casa e quase sem fôlego voltei com o smoking, eles olharam o smoking e viram que por mais que fosse um smoking usado (eles nem imaginavam que eu tinha ganhado de presente de uma pessoa que não podia mais usá-lo por que não servia, ou seja, eu era o segundo dono do smoking), o que eles iam tirar alugando-o umas cinco vezes traria o dinheiro do pirógrafo fácil, então decidiram fechar o negócio e eu saí com vontade de gritar de alegria, eu tinha fechado o meu primeiro negócio de sucesso, eu era um empreendedor, nossa, eu tinha trocado um smoking por um pirógrafo de R$ 150,00 (levando em consideração que o smoking não tinha me custado nada eu sai na vantagem, quem sabe começaria a pegar roupas usadas de outras pessoas e trocava elas por alguma outra coisa?).



Bom, com o pirógrafo em mãos eu mal poderia esperar para começar a produzir as minhas obras, procurando alguma coisa para queimar com o meu pirógrafo encontrei uma loja que fabricava e vendia peças em couro, me ofereci para fazer uma parceria e pirografar os produtos deles, porém o filho dos donos da loja já fazia isso e muito bem diga-se de passagem. Mas pera ai, eu era um negociador, precisava sair daquela loja com algum negócio feito! Foi aí que vi uns retalhos de couro no chão e perguntei ao dono se poderia me conseguir retalhos de couro, ele prontamente me deu uma sacola cheia de pedaços de couro.


Bom, com couro, o pirógrafo, faltava somente a ideia, e não é que ela veio! Cortei diversos pedaços pequenos e retangulares e escrevi nomes comuns neles, fui a uma loja perto da minha casa, comprei dois metros de correntinha, algumas argolinhas pequenas de metal e aquelas argolas que todo chaveiro tem, pronto, surgiu o meu primeiro produto comercializável, os chaveiros com nomes.


Fiz os meus primeiros chaveiros e comecei a oferecer para meus conhecidos, além é claro de deixar eles pendurados na loja de calçados dos meus avós para que minha avó vendesse para mim enquanto eu produzia mais coisas.


Como não dava para ficar usando todos os pedaços de couro que eu tinha por que poderia gastar tudo com nomes que nunca iriam vender, precisava encontrar outras coisas para queimar, pirografei a minha mesa, cabos de vassoura, colheres de pau, tudo que fosse queimável lá estava eu feito cupim na madeira.
 

Madeira?? humm que? MADEIRA!!!!! claro!!! fui correndo em uma empresa que vendia madeira e pedi pedaços de madeira que sobravam, para eles não servia para nada, para mim era ouro! Peguei pedaços de madeira em forma triangular que eles deixavam cair cortando tábuas de madeira grandes.



Comprei aqueles ganchinhos de ferro de por chaves e pronto, mais um produto! Um porta chaves! Pirografei diversas frases e desenhos, coloquei os ganchinhos e para pendurar na parede, ou eu furava com o próprio pirógrafo atrás para encaixar o prego, ou eu pregava com taxinhas um pedaço de couro com um furo.


Já poderia até mesmo fazer uma venda casada, compre um porta chaves + um chaveiro com o seu nome por R$ 9,99.


Meus produtos estavam começando a aumentar, as ideias também!


Logo comecei a comprar madeira e não só pegar os pedaços que caiam no chão, já o couro era caro, não dava para ficar comprando, mas os retalhos me ajudavam muito. Um dia peguei um pedaço grande e mal cortado, não hesitei, comprei umas taxinhas bonitas (pretas com a ponta da cabeça douradas), peguei um pedaço de madeira de praticamente 1 x 1 m, envernizei, deixei secar, preguei o couro com as taxinhas, e comecei a desenhar a Ponte da nossa cidade, a Ponte Internacional Mauá, ficou lindo, demais da conta! Envernizei o couro também, assinei o quadro, coloquei dois ganchinhos uma em cada ponta superior para que o quadro pudesse ser pendurado na parede e coloquei também na loja dos meus avós que amavelmente cediam um espacinho para que eu colocasse as minhas coisas para vender.


Um dia toca o telefone de casa e o meu avó me falou, olha tem uma senhora na loja querendo comprar o teu quadro para levar para o Rio de Janeiro, para mim, do interior do Rio Grande do Sul, vender um quadro para o Rio de Janeiro era algo inacreditável, fui correndo feito um louco pelas ruas da cidade até chegar a loja quase desmaiando pela falta de ar. Quando vi aquela senhora eu tinha vontade de dar um abraço nela, mas bem apertado, só que ela estava com pressa e queria levar o meu quadro por inacreditáveis R$ 50,00, elogiou o meu trabalho e foi embora com o meu quadro, foi uma gritaria dentro da loja, meus avós felizes por verem eu ganhando o meu dinheiro e eu feliz por ganhar o meu dinheiro!




Com uma quantidade de produtos considerável, porta chaves, quadrinhos pequenos, chaveiros, etc, eu já não tinha mais onde colocar, afinal de contas a loja dos meus avós era uma loja de calçados e eu não podia simplesmente encher de produtos artesanais, foi ai que eu vi na frente de um super mercado um daqueles expositores de metal onde são colocados os salgadinhos sendo jogado fora, analisei o expositor e vi que o único problema dele era ferrugem, resolvi pegá-lo, lixei e pintei, pronto, eu já tinha o meu expositor, criei uma plaquetinha para colocar encima dele com o meu nome indicando quem mandava naquele espaço e assim surgiu o meu pequeno comércio de produtos pirografados.
 

Todos os dias eu chegava com os meus avós na loja, pegava o meu expositor e colocava na calçada na frente da loja de forma a não atrapalhar a circulação de clientes, quando eu não podia ir por qualquer motivo minha avó tirava o meu expositor e vendia os meus produtos para mim, entregando-me no final do dia o dinheiro, e olha que nem comissão ela recebia!


Com o tempo as pessoas já me conheciam e me procuravam até mesmo para pirografar produtos em couro que eles compravam nas lojas de artigos gaúchos (bainhas de facas, mateiras, apoio de chimarrão, caixas de MDF, etc).


Em pouco tempo eu havia recuperado o que gastei com o pirógrafo, ou seja, o valor equivalente aos R$ 150,00, e mais um pouco que já dava inclusive para comprar um outro smoking novo.


Minha lojinha durou algum tempo até que outros empreendimentos surgiram, vendi o meu pirógrafo cerca de um ano e meio depois de ter comprado ele, vendi por R$ 200,00 em dinheiro para um cara que trabalhava no presídio da cidade, fui pessoalmente entregar ele e mostrar como funcionava.


Hoje, muitos anos depois, tenho um pirógrafo profissional que comprei para fazer peças pirografadas para colocar na loja da minha esposa (procure por peças pirografadas) e para me distrair.


Moral de toda esta história, quando você quer alguma coisa, você dará um jeito de tê-la!
Independente de ter ou não dinheiro para isso, você venderá coisas velhas, fará permutas, perderá a timidez de fazer propostas que você sabe que não são vantajosas para a outra parte, pois você não sabe o que a outra pessoa está passando, muitas vezes o que ela está vendendo está sendo um problema para ela e qualquer coisa que você ofereça que desperte o mínimo de interesse, será aceito, essa pessoa está se desfazendo de um problema e ao mesmo tempo ganhando algo que lhe interessa.

A segunda moral da história é, se você está cansado do que está fazendo atualmente, procure alternativas, mesmo que as pessoas te critiquem, que elas digam que você é louca, não se abale, continue acreditando no seu potencial e nas suas ideias, no fim, quando você tiver conquistado o que desejava, não se vanglorie, você poderá precisar das pessoas que te criticaram antes para financiar as suas ideias, a diferença é que agora elas sabem que você faz aquilo que se determina a fazer.

Bom meninas, espero que tenham gostado de mais este fragmento da minha história e que ele possa trazer a vocês não só momentos de risadas e divertimento, mas que também traga esperança, ânimo, desejo de lutar, de continuar na luta, de vencer! Lembrem-se de que por maior que seja a luta, nós sempre temos a capacidade de vencê-la.


Deixem os seus comentários, me contem o que acharam do post, critiquem, sugiram, opinem e contem a sua história de sucesso também, afinal de contas, o que é a vida se não um eterno aprendizado e troca de experiências?


Finalizo com a minha frase preferida que diz: “Deus não escolhe os capacitados, Ele capacita os escolhidos”


Grande Abraço

Leandro Benitez

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Resultado do Sorteio!

Olá queridíssimas leitoras,

É com muitaaa alegria que divulgo quem foi a felizarda que ganhou o nosso lindo kit!!!

Quero, antes de qualquer coisa, agradecer imensamente a todas que participaram, obrigada pelo carinho de todas vocês que estão sempre nos acompanhando!!!!

Hoje é sem dúvidas um dia muito especial, há um ano começava a se concretizar um grande sonho, o blog Mulher Rica. Esse blog nasceu de um desejo muito grande de ajudar as mulheres a mudarem suas vidas, aprenderem a cuidar do seu dinheiro e tornarem-se Mulheres Ricas.

Hoje ele é bem maior do que um ano atrás, mas ainda é um grãozinho de areia perto do que realmente quero que ele se torne, e vejo que esse sonho se realiza a cada dia, a cada e-mail que recebo, em cada comentário de vcs aqui no blog, posso dizer que estou muito feliz por isso.

Obrigada a todas que nos acompanham, que acreditam e confiam no nosso blog!!!! Obrigadaaaaa


Parabéns Aninha!

Beijinhos

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Dicas simples para conquistar a independência financeira

Todas nós queremos nos tornar financeiramente independentes, já aprendemos algumas lições e tivemos algumas dicas aqui no blog para conquistarmos isso. Mas se você não colocar em prática alguns exercícios simples, nada irá mudar. 

É como aquela velha frase que você já deve ter ouvido ou lido várias vezes por aí... "Se continuares fazendo sempre as mesmas coisas, terás sempre os mesmos resultados”.
Responda agora, o que você vem fazendo na sua vida financeira tem levado você a juntar e multiplicar seu dinheiro? Se sim, parabéns, você está no caminho certo!!!

Se ainda não, está na hora de começar a agir de verdade.

Comece com pequenas mudanças e verás grandes resultados ao persistir:

1)                 Faça uma economia diária, guarde R$ 10,00 por dia. Esse valor você pode conseguir com alguma atividade extra ou economizando em pequenos detalhes... economize no café da manhã, no almoço, na gasolina, no lanchinho ou no cafezinho. Vá em outros restaurantes, escolha outro caminho para ir trabalhar, deixe o carro em casa e caminhe um pouco ou economize uma passagem, pegando apenas um meio de transporte. Você pode obter esses R$ 10,00 de várias formas, mas deverá se determinar para que isso aconteça. No final de um mês você terá juntando o total de R$ 300,00, no final de um ano terás a quantia de R$ 3.600,00. Com o tempo, vá aumentando esse desafio, aumente a quantidade a ser guardada por dia e esses valores que eu citei serão maiores.  Caso não consigas chegar a esse valor em um dia, terás que aumentar a meta do dia seguinte, por exemplo: Hoje você conseguiu juntar R$ 5,00. Ótimo, amanhã terás que juntar R$ 15,00. Nada de moleza menina, vamos a luta!!! Força na peruca!!!


2)                 Faça seus gastos caberem no seu orçamento. A conta é muito simples, pegue o valor da sua receita mensal e diminua os seus gastos, o resultado nunca deverá ser negativo! De tudo que você recebe no mês, tirando os seus gastos, ainda deve sobrar no mínimo 10%. Eu falei NO MÍNIMO. 


3)                 Você deve fazer seu dinheiro render e se multiplicar. Para isso existem os investimentos. Você precisa encontrar o que mais se encaixa no seu perfil. Como podemos fazer isso? Em primeiro lugar precisamos saber quais são nossos objetivos, o que queremos conquistar com o dinheiro que vamos investir.
Para uma pessoa que deseja conquistar um carro a forma e no que investir será diferente da que quer tornar-se RICA. Eu acredito que devemos focar na nossa aponsentadoria, fazer nosso pé de meia acima de qualquer coisa. Não dá para ficarmos confiando na previdência pública (falida) e aguardando nossos 65 anos (ou mais) para começarmos a cuidar da nossa vida. 


4)                 Quando você escolher e definir suas metas nos investimentos, de um jeito de logo que receber seu salário, o valor determinado para investir seja transferido para esse fim, assim evita de cair em tentação e gastá-lo. E não adianta pensar que no próximo mês você compensa, isso não acontecerá, e se você quebrar essa rotina um mês, correrá o risco de colocar tudo a perder. Funciona como uma dieta, é uma tarefa difícil, aparecerão muitas tentações, mas se permanecer focada e alcançar seu objetivo a satisfação será imensa. Especifique todos seus objetivos financeiros e foque-se em como fazer seu dinheiro dar duro por você.
5)                 Organize-se para os eventos de última hora. Sempre há um acontecimento que chega para jogar todo nosso planejamento financeiro no lixo. Para estarmos preparadas e não perdermos o foco é necessário organização. Dentro daqueles 10% que terás de folga no orçamento, incluirás uma quantia de despesas variáveis, esse valor você deixará separado para ajudá-la a encarar essas despesas que não avisam quando vão chegar. Assim você não fica no vermelho, nem terás que mexer na poupancinha e também não perderá os melhores momentos como uma festinha com os amigos ou um cineminha com o namordo/marido.


6)                  Tenhas paciência e persistência. A multiplicação do dinheiro para quem não nasceu RICA, exije tempo, dedicação e disciplina. Por isso é muito importante ser paciente. Nesse quesito, nós mulheres saimos na frente dos homens, pesquisas mostram que temos muito mais paciencia e cautela nos investimentos, o que é uma grande qualidade.



Seguindo essas regrinhas básicas você verá uma grande diferença em pouco tempo. Com o tempo, o que era sacrificante se tornará um hábito agradável e viciante.

Beijinhos queridas!

Fiquem com Deus :)


quarta-feira, 25 de maio de 2011

Não desistas, não pares de lutar!


Olá flores do meu jardim,

Hoje para mim é um dia muito especial, estou sentindo uma felicidade muito grande no meu coração e logo pensei em escrever para vocês.



Não aconteceu nada de diferente na minha vida hoje, a não ser uma alegria grandíssima. Ainda não trago a notícia de que conquistei minha independência financeira, pelo contrário, estou enfrentando uma grande dificuldade nessa área, porém sinto-me mais fortalecida e acredito que uma nova fase está começando.

Deus colocou no meu coração uma certeza imensa de que tudo que eu desejar com todas minhas forças, eu irei conquistar.
Mas Ele não me falou para eu receber esse recado e ficar calada... Ele me tocou o coração para eu vir aqui deixar essa mensagem, pois tenho certeza que você que chegou até aqui nessa leitura, será muitoo abençoada, tenha fé minha querida. A luta que você está passando, é gigantesca, se olhar para frente nesse momento não verás o fim dessa guerra que está enfrentando.

Mas não desanime, fique firme e acredite que és capaz, que você pode e irá vencer todas as batalhas.
Enxugue essas lágrimas agora, levante a cabeça e siga lutando, você será honrada e a vitória é certa!!!

As vezes diante de tantas dificuldades que enfrentamos no dia a dia, sentimos vontade de desitir e chegamos acreditar que não é para nós, que não somos capazes de vencer, que não somos boas o suficiente, que não merecemos aquele emprego, aquele carro, aquela casa, aquele negócio, aquele marido... Mas é nesses momentos em que devemos mostrar que somos mulheres vitoriosas, que somos capazes de conquistar tudo o que queremos. E acredite, nós merecemos o que há de melhor!

Eu tenho certeza que você que está lendo esse post agora, está precisando de uma força para levantar, por isso segure firme essa mão que está estendida diante de ti levante agora, pois ao amanhecer grandes coisas acontecerão em sua vida!!!!!

Eu creio nisso!!!!

Essa mensagem veio da parte de Deus, para engrandecer sua vida! Tome posse e serás vitoriosa!

Um carinhoso beijo e uma ótima noite!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Convivendo com o Cartão de Crédito!

Quando nos oferecem cartões de crédito, não estão nos oferecendo apenas um “pequeno objeto de plástico” com algum limite para usarmos por aí, eles estão nos oferecendo um mundo de oportunidades, onde você enxerga a possibilidade de realizar seu sonho, comprar o tão desejado sofá novo e parcelar sua compra com toda facilidade que ele oferece. Estão nos oferecendo também muitos benefícios agregados, podemos juntar pontos e trocar por milhas, por prêmios lindos que nos fascinam... fora a segurança que nos oferece na hora de efetuarmos alguma compra.



Andar somente com o cartão de crédito na carteira sem dúvidas é o que muitas de nós fazemos, adotamos esse hábito e o dinheiro fica só no banco mesmo.

Quem não gostou nada desse nosso novo hábito, foram os pedintes nas ruas, um dia desses saindo do mercado com meu esposo, como de costume, lá estavam os mesmos homens no mesmo lugar estratégico onde eles passsam o dia e a noite pedindo uma esmolinha, bem pensando não é mesmo?! Parados na saída do mercado, onde tem muita chance de sairmos com algumas moedinhas e já deixarmos nas mãos deles, porque o lugar escolhido é perfeito, não dá nem tempo de guardarmos o troco. Mas isso era antes de utilizarmos tanto o cartão de crédito. No nosso caso, os pedintes não tem vez, quase nunca andamos com dinheiro, o cartão é sempre preferência. Um dele utilizou suas criativas palavras, “- Sobrou alguma moedinha companheiro?” E meu esposo logo respondeu “- Cara, não sobrou nada, nós só estamos com o cartão!” E assim seguimos nosso caminho e apenas escutamos um desabafo: “- Mas esse “dinheiro de plástico” só atrapalha nossa vida...” Eu achei muito engraçado e ao mesmo tempo me dei conta de uma realidade, realmente a vida dos pedintes ficou mais difícil, pois sobrar uma moedinha com cartão de crédito ficou mais complicado.

Concordo que esse cartão chegou para facilitar nossa vida, principalmente depois do estouro nas compras on-line, hoje em dia estamos navegando pela internet e logo pisca um banner lindo e radiante avisando que aquela bolsa maravilhosa, que você tanto deseja está em promoção, e é só hojeeeeeee ou então você lê o e-mail recebido por um site de compas coletivas e agora só restam duas horas para comprar, o que você faz?!?!?! Tira de sua carteira aquele lindo cartão e efetua a sua desejada compra, a satisfação é imediata, dentro de alguns dias você receberá seu objeto de desejo em casa ou em breve receberá seu ticket para trocar pelo serviço ou produto desejado.


Pois bem, esse mundo maravilhoso da utilização do cartão de crédito são para poucos... Nem todas mulheres possuem um relacionemento amigável com seu cartão de crédito.
Pois o banco é nosso amigo, acreedita que como pagamos nossas contas e faturas sempre na data certa, somos uma ótima cliente e aumentam nosso limite, ahhh que fofinhos que eles são. Porém agora a tentação é bem maior...
O descontrole muitas vezes acontece, e o que era para nos trazer felicidade acaba nos trazendo uma baita dor de cabeça.



Devemos saber utilizar com moderação o cartão de crédito, pois essa historinha de pagar só o mínimo da fatura é a maior armadilha financeira que podemos cair, por favor, não entre nessa e se já entrou, por favor saia o mais breve possível!!!

No nosso caso aqui em casa, estou tomando uma atitude drástica, não tivemos controle com os gastos com o cartão de crédito nesses últimos meses, o valor da fatura é altíssimo, pois utilizamos sem moderação.... “esquecemos” que o que compramos com ele vai juntando para ser pago tudo junto em um dia especifico do mês....

Após perceber e ter que admitir que não podemos ter cartão de crédito, que não temos maturidade suficiente... O que decidi?!?!?! Pegar os nossos dois cartões de crédito e cortá-los com tesoura.... Sim! Tornei-me assassina dos cartões!!!!



Senti que precisava me libertar dessa pecinha que estava sugando nosso dinheiro descontroladamente (o culpado é ele, o cartão). Creio que conseguiremos, no futuro, voltar a utilizá-lO (singular, apenas 1 cartão, é o suficiente) novamente, pq acredito muito nos benefícios de ter um cartão de crédito, nós adoramos viajar, e trocar os pontos por milhas é um chuchu. Cartão de crédito, para quem sabe utilizar, é um grande companheiro da mulher, mas para quem não sabe, como nós, tem que ser radical mesmo!!!

Tenho certeza que será para melhor, no momento só débito ou dinheiro! Os pedintes é que ficarão felizes conosco agora :D

Para quem está com problemas com cartão de crédito, tome uma atitude logo, para tornar-se uma Mulher Rica você não pode estar de mal com o cartão de crédito.

Para as mulheres casadas, esses acordos geralmente devem ser tomados em conjunto, a decisão de se tornar uma Mulher Rica fica um pouco mais complicado quando não é um desejo em comum, pois agora somos dois em um!
Sei o quando isso é complicado, a vida financeira do casal é um dos pontos mais críticos de se acertar. Se seu marido é consumista e não consegue se organizar financeiramente, tome a frente das finanças e controle esse barco... Vai valer a pena, com o tempo vcs vão vendo o resultado. Ver a poupança crescendo é um estímulo para querer mais e mais!!!

Por hoje é só queridas!

Um beijo grande!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

O que significa ser financeiramente independente?

Afinal o que isso significa?
Você já deve ter lido em diversos posts aqui no blog da MR essa expressão.
Já citei inúmeras vezes que meu grande sonho é ser independente financeiramente, porém muitas de vocês devem estar se perguntando, o que realmente isso significa?

Então hoje fiz um post especial para vocês, explicando esse assunto.

Conseguimos conquistar a tão sonhada independência financeira quando nossas receitas ultrapassam nossas despesas.

Isso quer dizer, que durante um mês entra mais dinheiro em nossa conta do que sai dela, sem termos que trabalhar para isso.

Quando somos idenpendentes financeiramente conseguimos manter o nosso padrão de vida sem termos que ser escravas do trabalho. Pagamos nossas contas com os rendimentos provenientes dos nossos investimentos.


Quanto preciso para me aposentar?
A resposta dessa pergunta é relativa, parte do princípio de qual é o padrão de vida que você deseja manter.

Para uma pessoa que se mantém com os quesitos básicos, como moradia, transporte, alimentação, etc precisará de uma quantia menor de entradas por mês do que aquela que deseja ter um pouco mais de luxo.

Isso dependerá das suas necessidades e desejos.


O que fazer para eu me aposentar?
Segundo o livro Mulher Rica, a fórmula é a seguinte:

“Compro ativos que geram fluxo de caixa. O fluxo de caixa proveniente de meus ativos paga minhas despesas mensais. Depois que o fluxo de caixa proporcionado por meus ativos igualou ou ultrapassou minhas despesas mensais, tornei-me financeiramente livre. Sou financeiramente livre porque meus ativos continuam gerando fluxo de caixa e trabalhando para mim. Eu mesma não preciso mais trabalhar por dinheiro.”

Exemplo: Se sua despesa mensal é de R$ 2.000,00 você precisa fazer com que os rendimentos de seus investimentos se igualem ou ultrapassem esse valor com entradas mensais.

Você pode ter imóveis para alugar, o valor pago pelo inquilino é um ativo que contabiliza uma entrada mensal.

Há diversas formas de investimentos para você buscar essa independência, em um outro post falarei um pouco mais de algumas opções.


Quando eu me aposentar, devo parar de trabalhar?
Isso é uma escolha pessoal, se você acredita que vive bem com o que já conquistou, talvez seja a hora de curtir um pouco a vida e descansar, mas se você deseja aumentar seu patrimônio e seu padrão de vida ou até mesmo deseja realizar um sonho profissional, você pode trabalhar no que desejar e no que realmente goste de fazer, pois agora não será por obrigação e sim por puro prazer.

É isso que quer dizer ser financeiramente independente, é fazer seu dinheiro trabalhar por você enquanto aproveita a vida viajando, estudando, praticando esportes... sendo feliz!!!



Espero que tenham entendido e que isso tb tenha despertado em vocês um grande interesse!
Vamos juntas buscar nossa independência!!!

Grande beijo!!!!!
Fiquem com Deus

quarta-feira, 18 de maio de 2011

É melhor garantir a poupança!

Eu estava lendo o site do pairico.com e encontrei um post que descrevia uma certa situação e achei muito interessante.
Prestem atenção principalmente na resposta do menino! Muito bom, rsrrsrs
Beijinhos flores! 

Saiu em uma revista de Finanças!!!

Uma moça escreveu um e-mail para uma revista financeira pedindo dicas sobre “como arrumar um marido rico”.
Contudo, mais inacreditável que o “pedido” da moça, foi a disposição de um rapaz que, muito inspirado, respondeu à mensagem, de forma muito bem fundamentada.
Mensagem/email da MOÇA:
Sou uma garota linda (maravilhosamente linda) de 25 anos. Sou bem articulada e tenho classe…
Estou querendo me casar com alguém que ganhe no mínimo US$500 mil por ano.
Tem algum homem que ganhe US$500mil/ano ou mais neste site ?
Ou alguma mulher casada com alguém que ganhe isso e que possa me dar algumas dicas ?
Já namorei homens que ganham por volta de 200 a 250 mil, mas não consigo passar disso.
E 250 mil por ano não vão me fazer morar em Central Park West.
Conheço uma mulher (da minha aula de ioga) que casou com um banqueiro e vive em Tribeca !
E ela não é tão bonita quanto eu, nem é inteligente.
Então, o que ela fez que eu não fiz ?   Qual a estratégia correta ? Como eu chego ao nível dela ?
Mensagem/resposta do RAPAZ:
Li sua consulta com grande interesse, pensei cuidadosamente no seu caso e fiz uma análise da situação.
Primeiramente, eu ganho mais de 500mil/ano.  Portanto, não estou tomando o seu tempo a toa….
Isto posto, considero os fatos da seguinte forma: Visto da perspectiva de um homem como eu, que tenho os requisitos que você procura, o que você oferece é simplesmente um péssimo negócio.
Eis o porque: o que você sugere é uma negociação simples, proposta clara, sem entrelinhas :
Você entra com sua beleza física e eu entro com o dinheiro. Mas tem um problema.
Com toda certeza, com o tempo a sua beleza vai diminuir e um dia acabar, ao contrário do meu dinheiro que, com o tempo, continuará aumentando.
Assim, em termos econômicos, você é um ativo sofrendo depreciação e eu sou um ativo rendendo dividendos.
E você não somente sofre depreciação, mas sofre uma depreciação progressiva, ou seja, sempre aumenta !
Explicando, você tem 25 anos hoje e deve continuar linda pelos próximos 5 ou 10 anos, mas sempre um pouco menos a cada ano.
E no futuro, quando você se comparar com uma foto de hoje, verá que virou uma velha.
Isto é, hoje você está em ‘alta’, na época ideal de ser vendida, mas não de ser comprada.
Usando o linguajar de Wall Street , quem a tiver hoje deve mantê-la como ’trading position’ (posição para comercializar) e não como ‘buy and hold’ (compre e retenha), que é para o quê você se oferece…
Portanto, ainda em termos comerciais, casar (que é um ‘buy and hold’) com você não é um bom negócio a médio/longo prazo !
Mas alugá-la, sim !
Assim, em termos sociais, um negócio razoável a se cogitar é namorar. Cogitar…
Mas, já cogitando, e para certificar-me do quão ‘articulada, com classe e maravilhosamente linda’ seja você, eu, na condição de provável futuro locatário dessa ‘máquina’, quero tão somente o que é de praxe: fazer um ’test drive’ antes de fechar o negócio…podemos marcar ?”

Qual seu conceito de riqueza?!

Olá meninas, 

Cada uma de vocês é motivada a buscar a riqueza por vários motivos...

Uma quer ser rica e famosa e aparecer na tv, outra quer ser rica para ter o melhor carro, a melhor casa, outras querem apenas viajar pelo mundo, etc...
Na verdade, o conceito de riqueza é algo muito pessoal, que está na personalidade de cada uma.

O que vamos fazer ou deixar de fazer com o dinheiro que conquistamos vai partir de muitos valores que adquirimos durante a vida, não existe regra de qual é a melhor forma de curtirmos nossa riqueza, a não ser é claro as que são impostas pela sociedade, que por exemplo, encherga a extravagância como algo errado.

Existem pessoas que saíram do nada e conquistaram muito dinheiro e hoje suas escolhas são baseadas no que viveram no passado. Já conheci mulheres ricas que chegaram a passar fome antes de enriquecerem, hoje elas se preocupam muito em investir em comida, alimentação... isso acaba sendo prioridade na sua vida e muitas vezes acabam esbanjando, mas tudo por reflexo do que ainda existe no seu subconsciente.

Também temos exemplos de pessoas jovens que ficam famosas e ganham muito dinheiro, mas não possuem maturidade suficiente para lidarem com a fama e com a fortuna repentina, com isso acabam trilhando um caminho conturbado, drogando-se, bebendo excessivamente e sendo protagosnitas de muitos escândalos.

Hoje trago uma reportagem que li na Veja de SP sobre uma socialite que faz questão de aparecer e gastar seu dinheiro de maneira um tanto quanto polêmica, Val Marchiori descreve um pouco de sua rotina e sobre sua vida de bilionária.

Sem dúvidas não é o estilo de mulher rica que traga inspiração para minha vida, mas devemos admitir, ela conquistou muitas coisas que a maioria das mulheres que lêem este post gostariam de ter...

Antes de ler a matéria abaixo, reflita e nos responda:
Qual seu conceito de riqueza?!


Val Marchiori, a perua da vez que pede passagem

Gastar 75.000 reais em uma tarde, fazer festas regadas a Veuve Clicquot, bancar apresentações num programa de TV. A receita para se tornar uma socialite famosa

Mario Rodrigues
Val Marchiori: “Empresa boa e mulher bonita não quebram. Trocam de proprietário
Val Marchiori: “Empresa boa e mulher bonita não quebram. Trocam de proprietário"
Alguém que mora num apartamento avaliado em 14 milhões de reais, anda pela cidade em um carrão blindado, usa um avião para as viagens de fim de semana e pode gastar 75.000 reais numa tarde de compras não deveria ter muitos motivos para se aborrecer. Mas a vida é dura e, de tempos em tempos, acontece algo para acabar com o alto-astral da empresária e apresentadora Val Marchiori.
Ela salta das tamancas (da Christian Louboutin, naturalmente), por exemplo, quando lembram que seu nome de batismo é Valdirene. Segunda dos quatro filhos de um casal de agricultores, nasceu em Arapongas, no norte do Paraná, e sempre sonhou em morar e brilhar em São Paulo, para onde se mudou definitivamente em 2009.

Outra coisa que a tira do sério: ser recebida numa loja chique com uma tacinha de prosecco ou espumante nacional. “Hello, acho uma pobreza quando não me servem champanhe”, avisa, iniciando a frase com o bordão que solta a cada cinco minutos. O tempo, no entanto, realmente fecha quando querem esnobá-la. Dia desses, durante uma visita à Dior da Rua Oscar Freire, soube que Rosangela Lyra, diretora da marca no Brasil, não a considera uma cliente com o perfil da grife. “São estilos completamente diferentes”, disse Rosangela.

Val acusou o golpe, mas não deixou barato. “Estranho ter vergonha de mim, pois me convida para jantar e manda peças exclusivas para eu experimentar em casa”, rebateu, elaborando, em seguida, uma teoria para tentar justificar o tratamento que às vezes lhe dão. “Hello, a verdade é que muitas ficam com inveja porque sou mais linda, mais magra, mais rica e mais jovem do que elas.”

Mario Rodrigues
No apartamento dos Jardins: “Muitas ficam com inveja porque sou mais linda, mais magra, mais rica e mais jovem do que elas
No apartamento dos Jardins: “Muitas ficam com inveja porque sou mais linda, mais magra, mais rica e mais jovem do que elas"
Dentro da crescente classe das emergentes, a personagem em questão inaugurou uma nova categoria: a de aspirante assumida a socialite. Desde o momento em que acorda até o fim do dia, faz tudo calculado para aparecer. Exagerando nas caras e bocas em frente à câmera, grava entrevistas no Brasil e no exterior para o quadro semanal Ícones de Luxo, do “Programa Amaury Jr.”, na RedeTV!.

Detalhe: nessas ocasiões, banca do próprio bolso as despesas de deslocamento e estada. Recusar um convite para aparecer numa festa, mesmo que seja um lançamento de produto ou um evento beneficente? Nem pensar. Como não poderia deixar de ser, também faz parte de seus hábitos esbanjar nos melhores restaurantes e lojas.

Num dia típico, depois de despachar os filhos para a escola e malhar o corpo na academia de seu prédio (a forma física foi turbinada com uma lipo na barriga e 260 mililitros de silicone nos seios), ela escolhe uma boa mesa da região dos Jardins para almoçar. Em seguida, seu Porsche Cayenne blindado — ter carros à prova de tiro é um dos vários cuidados que toma — serpenteia pelos quarteirões da vizinhança, iniciando uma tarde de compras.

Duas semanas atrás, chegou de óculos escuros vermelhos, balançando seu cabelo loiro cuidadosamente ondulado. Cumprimentou os seguranças pelo nome e recebeu das vendedoras uma taça de Veuve Clicquot. No balcão da joalheria Jack Vartanian, dentro da NK Store, provou uma corrente aqui, uma pulseira ali, mas seus olhos ficaram vidrados mesmo em um brinco de pedras vermelhas adornadas com brilhantes. Valor: 49.000 reais. Quando outra vendedora lhe mostrou um anel de 1.700 reais da designer Ana Khouri, Val fez cara de indignada e rejeitou a oferta: “Hello, é tão baratinho que eu iria encontrar muita gente usando”.
Desde cedo, essa perua assumida de 36 anos já demonstrava apetite pelo sucesso. Diz que, ainda menor de idade, começou a ganhar uns trocados vendendo no esquema porta a porta os produtos da Avon. Na adolescência, virou modelo e passou um tempo na Itália. Depois de quatro anos, voltou ao Brasil para montar em sociedade com um de seus três irmãos a transportadora Valmar, em Londrina, perto de sua cidade natal.

Dinheiro definitivamente deixou de ser um problema quando, em 2005, passou a viver com seu conterrâneo Evaldo Ulinski, dono do frigorífico Big Frango, que faturou no ano passado 1,2 bilhão de reais. A uma pessoa de sua confiança, o empresário disse recentemente: “A Val me custa 200.000 reais por mês”. O casal tem filhos gêmeos de 5 anos: Victor e Eike (sim, o nome foi uma homenagem ao bilionário Eike Batista). “Não somos casados no papel, pois o Evaldo ainda está em processo de divórcio com a ex”, diz ela, que contabiliza hoje em seu patrimônio uma criação de gado nelore e vários imóveis em São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Sem preocupações financeiras, Val deu o próximo passo em seu projeto de ascensão: investir pesado na imagem. Para começar, contratou o cabeleireiro e maquiador Duda Martins, ex-funcionário de um dos salões mais badalados da cidade, o MG Hair Design, de Marco Antonio de Biaggi. Ela desembolsa 8.000 reais por mês para ter um expert em beleza 24 horas por dia à sua disposição.

Val nunca, jamais, em hipótese alguma, lava o próprio cabelo. Duda também a acompanha em viagens, como quando vai — a bordo de seu avião King Air 350, com oito lugares, avaliado em 5 milhões de dólares — curtir o fim de semana longe de São Paulo. Além de não perder uma festa, ela gosta de promover seus próprios regabofes no apartamento de 850 metros quadrados.

Em 2009, contratou a promoter Alicinha Cavalcanti para organizar seu aniversário de 35 anos. Os 150 convidados, parte deles desconhecida da anfitriã, beberam 130 garrafas de Veuve Clicquot Rosé e quarenta do caro vinho tinto italiano Brunello di Montalcino safra 2004. A noitada, que teve ainda um show do cantor Paulo Ricardo, custou 150.000 reais. Mas para ela valeu cada centavo.

Isso porque o apresentador Amaury Jr., presente ao evento, fez o convite para que a personificação da perua moderna passasse a integrar seu programa. A ideia era que ela abordasse o mercado de luxo. Ou seja, falasse de coisas do dia a dia de quem toma champanhe em taça banhada a ouro importada da Noruega e tem coleção de mais de 100 bolsas de grife — só Louis Vuitton são mais de trinta modelos. “A Val é exótica, linda e simpática”, afirma o colunista social eletrônico da RedeTV!. “Além disso, viaja bastante e é deslumbrada com o mundo do glamour.”

Sem se importar com salário, ela topou na hora. A estreia ocorreu há onze meses. Já viajou para Itália, Estados Unidos e Canadá, sempre voando de primeira classe e se hospedando em hotéis cinco-estrelas. Tudo pago com seu próprio dinheiro. “Amo ser apresentadora”, conta. Graças a dois patrocinadores, afirma recuperar hoje parte do investimento, faturando 20.000 reais por mês. “Consigo pagar algumas despesas e comprar um ou outro vestidinho.” Recentemente, foi sondada para fazer parte de um reality show sobre o cotidiano de mulheres ricas, o Real Housewives, atração que a produtora argentina Cuatro Cabezas, a mesma do CQC, pretende levar ao ar em breve numa parceria com a Band.


Mario Rodrigues
Vista parcial do closet: mostruário de joias de 4 metros, com peças da Rolex, Cartier, H.Stern, Jack Vartanian...
Vista parcial do closet: mostruário de joias de 4 metros, com peças da Rolex, Cartier, H.Stern, Jack Vartanian...
De tempos em tempos, personagens lindas e exuberantes entram na sociedade provocando certo barulho. Quando o conde Armando Alvares Penteado se casou com a dançarina francesa Annie, no início do século XX, as senhoras de sobrenomes aristocráticos daqui estranharam a forasteira. Annie resolveu estudar etiqueta e se refinou de tal maneira que passou a tomar água apenas em copo de cristal Baccarat e beber chá em xícaras de porcelana da Companhia das Índias.

Nos anos 70, outra jovem que dançava balé clássico, Yara Rossi, causou comoção na sociedade ao fisgar o empresário Roberto Baumgart, um dos donos dos shoppings Center Norte e Lar Center. Acabou vencendo a rejeição com a ajuda de muitas festas em sua mansão no Morumbi. Há pouco tempo se separou do marido, e pede uma pensão de cerca de 5 milhões de reais por ano.

Mesmo numa era como a atual, em que o dinheiro troca de mãos com mais velocidade, possibilitando a criação de novas fortunas, esse processo de aceitação social raramente é livre de sobressaltos. “As famílias antigas ainda têm muita resistência a aceitar essa turma que vem de baixo”, diz Silvio Passarelli, diretor do curso de gestão de luxo da Fundação Armando Alvares Penteado.

Na alta-roda, portanto, continuam valendo muito os critérios do berço e do sobrenome. “Val Marchiori? Nunca ouvi falar”, diz Fátima Scarpa, filha de Francisco e Patsy Scarpa, um dos casais mais finos e tradicionais da cidade. Para ela, vestir-se de grifes da cabeça aos pés é sinônimo de jequice. “A bolsa Birkin, da Hermès, acabou virando um rótulo daquelas que querem parecer chiques. O efeito é justamente o contrário.”
A socialite Ana Maria Velloso, mulher do empresário Paulo Velloso, sócio da Editora Melhoramentos, concorda. “Não basta ficar rico, é preciso herdar educação e refinamento.” Vencer essa barreira da luta de classes, às vezes, parece uma missão quase impossível. Mas, hello, quem nasceu Valdirene não entrega os pontos assim tão fácil.

A filosofia de uma emergente
“Empresa boa e mulher bonita não quebram. Trocam de proprietário”
“Pobre é uma desgraça: só anda de carro”
“Nascer na miséria é imposição, permanecer é opção”
“É um absurdo nas lojas Dior e Versace servirem prosecco. Um desrespeito com quem só bebe champanhe”
“Hello, jamais saio de casa sem estar com algum brilhante. Seria o mesmo que estar pelada”


Caprichos, deslumbres e luxo de Val
Idade: 36 anos
Altura: 1,76 metro
Peso: 63 quilos
Natural de: Arapongas (PR)
Formação: concluiu o 2º grau e o curso técnico de contabilidade
Ocupação: apresentadora do quadro Ícones de Luxo, do “Programa Amaury Jr.”, na RedeTV!, e empresária (sócia da transportadora Valmar e criadora de bois da raça nelore)
Estado civil: vive há seis anos com o empresário Evaldo Ulinski, 64 anos, dono do frigorífico Big Frango, que no ano passado faturou 1,2 bilhão de reais
Filhos: tem os gêmeos Victor e Eike (homenagem ao bilionário do Rio de Janeiro), de 5 anos
Perfumes: Coco Mademoiselle, da Chanel, e Presence d’une Femme, da Montblanc
Livro de cabeceira: "O Caçador de Pipas"
Filme inesquecível: "Uma Linda Mulher"
Restaurantes prediletos: Gero, Fasano e La Tambouille
Marcas favoritas: Roberto Cavalli e Versace; só dessa última possui mais de oitenta vestidos
Vaidade: tem um maquiador particular, egresso do salão MG Hair, de Marco Antonio de Biaggi, à sua disposição 24 horas por dia
Coleção: bolsas. São mais de 100 modelos, de marcas como Hermès, Gucci e Chanel. Ela não usa mais as da Louis Vuitton de tamanhos grandes e médios por achar que estão muito “pobrinhas”. “Até babá tem usado, credo”
Joias: gosta de pedras grandes e adornadas com brilhantes
Meios de transporte: Porsche Cayenne, Porsche 911 Turbo, Mercedes-Benz C 280, uma lancha Intermarine de 48 pés batizada de Hello e um avião King Air 350 avaliado em 5 milhões de dólares
Casa: mora em um apartamento de 850 metros quadrados nos Jardins avaliado em 14 milhões de reais. Tem outros imóveis em São Paulo, Paraná e Santa Catarina
Objetos de decoração: sofá ovalado da designer espanhola Patricia Urquiola, de 80.000 reais; abajur do tamanho natural de um cavalo da marca holandesa Moooi, de 50.000 reais; e poltrona de couro assinada por Oscar Niemeyer, de 40.000 reais
Ídolos: Beth Szafir (“Sabe se vestir bem e de forma adequada à sua idade”); Maythe Birman (“O visual básico dela é extremamente glamouroso, nunca está desleixada”); e Luiza Brunet (“Está sempre feminina e sexy. Seja pelos vestidos ou pelo olhar”)

 fonte: Veja SP

terça-feira, 17 de maio de 2011

Os 10 piores alimentos para a saúde

Olá queridas leitoras, no final de semana estava navegando e conhecendo novos sites e blogs interessantes, gosto de diversos assuntos então vou de viagens a política num piscar de olhos (finanças é meu preferido), rsrs. Então nesses meus passeios por sites e blogs diversos, encontrei além de um blog muitoo bom um post que resolvi, com a autorização da adm do blog a Dra Luciene Ferreira, trazer para vocês.

Confesso que fiquei um tanto quanto preocupada, pois sou apaixonada por 90% dos itens citados abaixo! :(
Mas serve de alerta não é mesmo, a partir de agora é bom tomar cuidado e ser mais cautelosa com a alimentação!
 
Segue o post! Boa leitura meninas!

"Há algumas semanas, a lista dos dez piores alimentos de todos os tempos, segundo a nutricionista canadense Michelle Schoffro Cook, se disseminou pela internet. Dentre eles, estavam o sorvete, a pizza, o cachorro-quente e o refrigerante. Que atire a primeira pedra quem nunca se rendeu a alguma dessas delícias! Mas o que pouca gente sabe é que os perigos desses alimentos vão muito além da questão estética; são um risco para a saúde.

Confira os comentários da nutricionista do Consultório Bem-Estar, Julia Dubin Melnick, sobre a lista dos alimentos indicados por Michelle:

:: 10º lugar: Sorvete

O que diz Michelle: Apesar de existirem versões mais saudáveis que os tradicionais sorvetes industrializados, o sorvete geralmente possui altos níveis de açúcar e gorduras trans, além de corantes e aromatizantes artificiais, muitos dos quais possuem substâncias químicas que podem causar danos no cérebro e no sistema nervoso.
O que diz Julia: Está de acordo com Michelle, mas ainda acrescenta que a maioria dos sorvetes apresenta gorduras que aumentam o colesterol ruim, o risco de infartos e acidentes vasculares cerebrais.


:: 9º lugar: Salgadinho de milho


O que diz Michelle: Afirma que desde o surgimento dos alimentos transgênicos, a maior parte do milho que comemos é um "Frankenfood", ou "comida Frankenstein". Ela aponta que esse alimento por causar flutuação dos níveis de açúcar no sangue, levando a mudanças no humor, ganho de peso, irritabilidade, entre outros sintomas. Além disso, a maior parte desses salgadinhos é frita em óleo, que vira ranço e está ligado a processos inflamatórios.
O que diz Julia: Explica que a maneira com que estes salgadinhos são apresentados é praticamente isenta de fibras. O milho é rico em fibras, mas o salgadinho perde completamente esse benefício.


:: 8º lugar: Pizza


O que diz Michelle: Nem todas as pizzas são ruins para a saúde, mas a maioria das que são vendidas congeladas em supermercados está cheia de conservantes. Feitas de farinha branca, elas são absorvidas pelo organismo e transformadas em açúcar puro, causando aumento de peso e desequilíbrio dos níveis de glicose no sangue.
O que diz Julia: Realmente, a farinha eleva o risco do sobrepeso e diabetes. Ainda quanto ao queijo no topo da pizza, além de ser extremamente calórico e gorduroso, é muito salgado, o que aumenta o risco de obesidade, infarto e hipertensão.


:: 7º lugar: Batata frita


O que diz Michelle: Batatas fritas contêm não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doenças, como também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas. Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se torna rançosa na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo e agravar problemas cardíacos, câncer e artrite.
O que diz Julia: Essa maneira de apresentação da batata, ou seja, frita, realmente não traz nenhum beneficio a saúde, apenas faz mal. A recomendação é evitar.


:: 6º lugar: Salgadinhos de batata


O que diz Michelle: Além de causarem todos os danos das batatas fritas comuns e não trazerem nenhum benefício nutricional, esses salgadinhos contêm níveis mais altos de acrilamida, que também é cancerígena.
O que diz Julia: Salgadinhos não são nutritivos, não têm vitaminas ou minerais, servem somente como ingestão de calorias vazias em termos de nutrição.


:: 5º lugar: Bacon


O que diz Michelle: O consumo diário de carnes processadas, como bacon, pode aumentar o risco de doenças cardíacas em 42% e de diabetes em 19%. Um estudo da Universidade de Columbia descobriu ainda que comer 14 porções de bacon por mês pode danificar a função pulmonar e aumentar o risco de doenças ligadas ao órgão.
O que diz Julia: O bacon é comprovadamente uma fonte de muita gordura saturada, aquela que aumenta o colesterol ruim. Deve ser banido.


:: 4º lugar: Cachorro-quente


O que diz Michelle: Um estudo da Universidade do Havaí pode comprovar que o consumo de cachorros-quentes e outras carnes processadas amplia o risco de câncer de pâncreas em 67%. Um ingrediente encontrado tanto no cachorro-quente quanto no bacon é o nitrito de sódio, uma substância cancerígena relacionada a doenças como leucemia em crianças e tumores cerebrais em bebês. Outros estudos apontaram que a substância pode desencadear câncer colorretal.
O que diz Julia: A salsicha é uma grande vilã, pois apresenta muito sódio, aumentando o risco de hipertensão em adultos e crianças.


:: 3º lugar: Donuts (Rosquinhas)


O que diz Michelle: Entre 35% e 40% da composição dos donuts é de gorduras trans, "o pior tipo de gordura que você pode ingerir", alerta a nutricionista. Essa substância está relacionada a doenças cardíacas e cerebrais, além de câncer. Para completar, esses alimentos são repletos de açúcar, condicionadores de massa artificiais e aditivos alimentares, e contém, em média, 300 calorias cada.
O que diz Julia: São alimentos que apresentam muito açucar e gordura, aumentando o risco de obesidade e diabetes.


:: 2º lugar: Refrigerante


O que diz Michelle: De acordo com uma pesquisa do Dr. Joseph Mercola, "uma lata de refrigerante possui em média 10 colheres de chá de açúcar, 150 calorias, entre 30 e 55 mg de cafeína, além de estar repleta de corantes artificiais e sulfitos". Além disso, essa bebida é extremamente ácida, sendo necessários 30 copos de água para neutralizar essa acidez, que pode ser muito perigosa para os rins. Para completar, ela informa que os ossos funcionam como uma reserva de minerais, como o cálcio, que são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez causada pelo refrigerante, enfraquecendo os ossos e podendo levar a doenças como osteoporose, obesidade, cáries e doenças cardíacas.
O que diz Julia: Concorda plenamente com Michelle. Diz que o refrigerante não traz nenhum benefício à saúde, muito pelo contrário, só faz mal.


:: 1º lugar: Refrigerante Diet


O que diz Michelle: É o pior alimento de todos os tempos", pois, além de possuir todos os problemas dos refrigerantes tradicionais, as versões diet contêm aspartame, que agora é chamado de AminoSweet. De acordo com uma pesquisa de Lynne Melcombe, essa substância está relacionada a uma lista de doenças, como ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, defeitos de nascimento, cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão, tonturas, epilepsia, fadiga, dores de cabeça e enxaquecas, perda auditiva, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, problemas reprodutivos e até mesmo a morte. Os efeitos do aspartame podem ser confundidos com a doença de Alzheimer, síndrome de fadiga crônica, epilepsia, vírus de Epstein-Barr, doença de Huntington, hipotireoidismo, doença de Lou Gehrig, síndrome de Lyme, doença de Ménière, esclerose múltipla, e pós-pólio.
O que diz Julia: Refrigerante normal, diet, light, zero... São todos extremamente prejudiciais à saúde. O quanto antes parar de ingerir, melhor."

segunda-feira, 16 de maio de 2011

domingo, 15 de maio de 2011

Conheça o Tesouro Direto

Se a correria do dia-a-dia atrapalha você na hora de diversificar seus investimentos, conheça essa opção.

No site da Bovespa você encontra diversos materiais para se aprofundar no assunto investimentos.

Hoje trouxe para vocês um cursinho on-line, muito fácil de entender e divertido de fazer, que explica um pouco sobre investimento no Tesouro Direto.

Para começar o curso é só clicar na imagem abaixo! Bom curso meninas!!!!

sábado, 14 de maio de 2011

Sorteio de aniversário Mulher Rica


VAMOS COMEMORAR COM UM SORTEIOOOOOOOOOOOOO!!!

Como vocês já sabem, o blog Mulher Rica está completando um ano de vida no mês de Maio, e estávamos planejando esse sorteio para presentear você, nossa querida leitora.

O prêmio para comemorarmos essa data tão especial não poderia ser outro a não ser o responsável pela criação desse blog, o livro Mulher Rica, da Kim Kiyosaki.

Quero que esse livro mude a vida de muitas outras mulheres assim como mudou a minha!

E para o prêmio ficar ainda mais irresistível, acompanha uma bolsinha muito charmosa para você proteger e carregar seu novo “guia” financeiro para todos os lugares.

Essa bolsinha muito chique foi uma colaboração da lojinha Amor de mãe que possui produtos lindíssimos e é uma grande parceira do blog Mulher Rica.





Para participar do sorteio é muito simples! Veja abaixo:

1. Seguir o blog Mulher Rica publicamente.
Para tornar-se uma seguidora do blog, você encontra do lado direito um espaço com o título escrito "Mulheres Ricas" e embaixo um botão com a opção de SEGUIR.
Basta clicar no botão, escolher qual conta você quer utilizar, colocar seu e-mail e senha e pronto! Simples assim!

2. Após realizar a etapa anterior, preencha corretamente até o dia 26/05, o formulário http://mulherica.wufoo.com/forms/sorteio-de-aniversario-do-blog-mulher-rica/

Pronto! Após cumprir com essas solicitações você já está participando do sorteio e concorrendo ao nosso lindo kit criado especialmente para você.


Regulamento:
O sorteio será realizado no dia 27/05/2011 entre as participantes da promoção que estejam seguindo o blog e tenham preenchido corretamente o formulário.

Será realizado um sorteio através do site http://www.random.org, que gera números aleatórios. Se for sorteado o número de uma participante que não preencha os requisitos necessários, o processo será repetido até que haja uma ganhadora válida.

Cada participante pode concorrer com apenas uma inscrição. Caso a mesmo participante cadastre-se mais de uma vez, será considerada somente seu primeiro cadastro.

A participante sorteada será contatada logo após o sorteio através do e-mail cadastrado. Em caso de desistência ou falta de resposta em até 2 dias úteis, será realizado novo sorteio.

Vídeo - Por que investir seu dinheiro?

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Simuladores da Bolsa

A BM&FBOVESPA desenvolveu alguns simuladores para ajudar os investidores e os demais interessados a entenderem, na prática, como funciona o mercado de ações, derivativos e títulos públicos.
Os simulados possibilitam aos iniciantes realizar diversas operações, aplicando os conceitos básicos do mercado e mostrando como é o dia-a-dia de uma Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros.




Simulação

Simule a compra e a venda de ações utilizando uma plataforma web semelhante a um home broker usado no mercado real. Depois de fazer seu cadastro no site, você também poderá acompanhar seu desempenho nas redes Orkut e Facebook e compará-lo com os de seus amigos.



Folhainvest

O Folhainvest é resultado de uma parceria entre a BM&FBOVESPA e o jornal Folha de S.Paulo. Ao se inscrever, cada participante recebe um capital fictício de R$ 200 mil e alguns lotes de ações para que consiga obter a melhor rentabilidade de sua carteira executando operações de compra e de venda de ações. Além de aprender e simular os ganhos da carteira, os participantes concorrem a prêmios.

UOL Invest

O UOL Invest, parceria entre a BM&FBOVESPA e o UOL, é um simulado totalmente gratuito, que oferece aos participantes a oportunidade de conhecer o mercado de ações na prática. Além de aprender e simular os ganhos da carteira, os participantes ainda podem ganhar prêmios, como viagens, cursos e passagens aéreas.

Simulador do Tesouro Direto

Com o Simulador de investimentos do Tesouro Direto, você escolhe um sonho que deseja realizar e visualiza como transformá-lo em realidade por meio da compra de títulos públicos.

Simulador Mercados Futuros

O Simulador Mercados Futuros é uma maneira simples e dinâmica de proporcionar ao público conhecimentos básicos sobre o mercado de derivativos. O participante tem acesso a cotações reais e pode acompanhar, um ranking com os resultados conquistados, comparando seu desempenho com o de outros investidores virtuais. Os melhores investidores também são premiados.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...