quinta-feira, 28 de março de 2013

Meu começo em São Paulo!


Olá meninas,

Esse ano completou 5 anos que decidi vir morar em São Paulo, o que me levou a algumas reflexões.



São 5 anos de história, uma trajetória intensa, de muitos desafios, muitas mudanças e é claro de muitas conquistas.

Quando decidimos mudar a nossa vida, somos tomadas por um mar de sentimentos, é uma mistura de esperança, medo, otimismo, dúvida...



Eu tinha 21 anos e uma certeza, queria escrever uma outra história. Queria mudanças na minha vida, queria conquistar todos os meus sonhos. Foram muitos desejos e sonhos que me trouxeram para essa cidade, onde tudo acontece!

Posso dizer que amadureci mais durante esse tempo do que durante toda minha vida.

Olhando para trás vejo que tudo valeu muito à pena, ter tido a coragem de encarar essa mudança foi algo bem importante para minha vida. Só que nem tudo foram flores, pelo contrário, foram bastantes desafios, dificuldades e limitações.

Logo que cheguei consegui um emprego, a alegria foi imensa, meu salário na época (em 2008) era de R$ 900,00. Morava numa kitnet bem velha e não tinha condições de comprar móveis. Dormi por mais de um ano em um colchão doado e usado, não tinha cama, não tinha TV, lavava minhas roupas a mão na cobertura do prédio onde era compartilhado com os outros moradores, muitas vezes não tinha mais lugar para pendurar, outras vezes sumia roupas, em outros momentos as pessoas empilhavam suas roupas num canto para caber as delas. Era um lugar aberto, sem proteção da chuva e do frio. Domingo era o dia de lavar roupas, juntava de toda semana e ficava aproximadamente umas 2hs lavando-as. Não tinha nenhum dinheiro para lazer, o máximo que fazia era tomar um chimarrão nos parques perto de casa. Era só trabalho e casa. Na época eu recebia o Vale Transporte em dinheiro, então eu ia a pé para o emprego, numa caminhada de 1h e depois voltava mais 1h caminhando, só para economizar esse dinheiro.

Economizava meu vale refeição, para poder comer alguma coisa diferente no final de semana.
Os primeiros meses foram bem cansativos, a rotina era nova pra mim, eu chegava acabada em casa, só queria saber de repor as energias com um banho e dormir.

Posso dizer que foi um ano de muita limitação, todo dinheiro era para pagar as contas do mês. Não comprava nada pra mim, nenhuma roupa, nenhum calçado... Nadinha!

Aumentando as receitas – Trabalhos Extras

Babá de cachorros




Com o objetivo de conseguir mais dinheiro, resolvi fazer um trabalho extra, resolvi que ia ser babá de cachorros nas horas vagas. Criei um anúncio na internet, imprimi uns folhetinhos e fiquei na torcida.
Com o tempo foram surgindo alguns clientes, ganhei uns bons trocadinhos com isso. Complementava a renda e dava para respirar um pouco. Consegui um cliente fixo por alguns meses, passeava com um rottweiler fofo, o Dime, eu com todo esse tamanho, 1m58cm, sendo puxada por um baita cachorro, hehehe. Mas além de estar ganhando meu dinheirinho, eu me divertia muito, amooooo cachorros!

Para eu passear com o Dime, tinha que levantar um pouco mais cedo dois dias da semana, e viajar de ônibus por São Paulo, ficava num bairro bem distante de onde eu morava inclusive do meu trabalho, mas eu fiz um acerto com meu chefe, entrava mais tarde e compensava no fim do dia. Eu comprei potinho de água que levava nos passeios para garantir que meus lindos clientes não ficassem com sede e sempre com saquinhos para juntar as fezes dos mimosos.

Foi bem cansativo cumprir essa rotina, mas valeu muito à pena, tanto pelo dinheiro que ganhei quanto pela experiência.

Tive que abrir mão de cuidar do Dime, porque mudei de emprego e ficou impossível de conciliar as duas coisas, mas segui com meu anúncio de babá, consegui outros clientes, mas com o tempo ficou bem complicado de manter, não estava conseguindo atender bem, como eu gosto e valorizo.

Tentei encontrar pessoas que trabalhassem comigo e eu conseguisse levar adiante esse negócio, mas meninas, pasmem, foi impossível encontrar pessoas dispostas a meter a mão na massa de verdade. Todos queriam trabalhar com cachorros, ahhh que fofinho, mas ninguém queria correr atrás de verdade. Enfim... acabou aqui a minha experiência com esse negócio. Foram uns 8 meses investindo nisso.

Revendendo bolsas e bijuterias


Ainda nesse primeiro ano em São Paulo, eu comecei a comprar algumas mercadorias na 25 de março e enviar para minha mãe vender pra mim na cidade onde ela mora, no sul do RS.

Eu comprava bolsas e bijuterias no atacado e enviava para ela uma vez por mês. Também deu bastante certo. Entrou um dinheirinho extra e me ajudava a manter a poupancinha.

Era muito divertido separar um sábado por mês e ir até a 25 e fazer muitaaas comprinhas. Depois eu chegava em casa e calculava todos os valores de venda, acrescentando o lucro em cada peça, anotava no meu caderninho, etiquetava tudo, arrumava a caixa e na segunda-feira despachava para o RS.

Todas essas experiências me ajudaram a amadurecer evoluir como pessoa e como profissional. Mesmo com todas as dificuldades que enfrentei eu estava sempre de bem com a vida, cheia de esperanças e com muita fé em Deus. Eu sabia que para chegar onde queria, aquele momento era necessário, faria parte da minha história.

Eu cheguei em São Paulo, com a minha mala e com meu computador, tinha feito a minha poupança, como já contei aqui para vocês, mas o que eu mais tinha naquele momento eram sonhos. Foram eles que me motivaram, que me inspiraram e me trouxeram até onde estou... Nem perto de onde ainda quero chegar, mas já posso dizer para vocês que me orgulho muito de tudo que já enfrentei, de tudo que já superei, me orgulho da mulher que me tornei e da história que estou escrevendo.

Não existe impossível na minha vida! Existe querer, correr atrás, jamais desistir e conquistar!

Não quero ser mais uma nesse mundo, vim para conquistar meu espaço e não descanso enquanto não conseguir! Acredito demais no que podemos ser!

Espero que vocês tenham gostado de uma parte da minha história, o meu começo em São Paulo.
Estou ansiosa para nosso próximo encontro!

Um beijinho e um lindo dia!

fonte: imagem São Paulo - site Sebrae

11 comentários:

  1. Olá, estava ansiosa pelo seu post, e hoje quando abri meu reader e vi que tinha post novo no seu blog, foi o primeiro post que li!
    Obrigada por compartilhar conosco um pouco da sua história, confesso que estou curiosa pra saber o restante até aqui. :)
    Você foi muito batalhadora, quase sem dinheiro e morando numa kitnet... parabéns pelo seu esforço. Sua história é mais um exemplo de que sem trabalho e empenho não chegamos a lugar algum.
    Obrigada pelo incentivo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own que lindo esse comentário! Muito obrigada por participar, isso é que me motiva, que me incentiva a continuar dividindo com vocês minha caminhada rumo a independência financeira.

      Espero do fundo do coração continuar merecendo receber tua visitinha!!!

      Um beijão carinhoso!

      Excluir
  2. Oi Maiara!
    Nossa! Tô pasma... quando vi que tinhas um blog ficava me perguntando como tinha sido a tragetória.
    Muito legal. Acreditar é tudo!
    Parabéns! Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcela! :)

      Muito obrigada pelo carinho!
      Quando decidi escrever esse post, fiquei me perguntando se tudo que passei poderia inspirar as pessoas, porque muitas vezes a gente não dá a importância devida ao caminho percorrido só valorizamos a conquista, não é mesmo?

      E eu estava deixando passar essa fase tão fundamental para tudo que estou fazendo e conquistando, esse meu começo foi muito importante e precisava compartilhar! Pois aqui está... ainda tenho mais coisas para contar, mas ai já está um bom pedaço, digamos que o mais difícil, rsrsr

      Um beijo grande!

      Excluir
  3. Olá Maiara! Eu navegando na net, procurando informações sobre um assunto(prótese de silicone) eu encontrei seu blog e já li alguns posts. Estou encantada com sua determinação, posso dizer que me inspirei em várias coisas que li a seu respeito, e espero que você continue com sucesso em sua vida!
    um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá Kelenn,

    Fiquei muito feliz com o teu comentário, é muito bom saber que o blog está sendo útil. Esse é meu maior objetivo, causar algum impacto (positivo) na vida das seguidoras do blog.

    Você falou que seu interesse é o silicone, se eu puder te ajudar em alguma coisa é só falar!

    Espero que voltes mais vezes, é um prazer imenso receber tua visita e teu recadinho! Seja sempre bem vinda!

    Um beijo grandão

    ResponderExcluir
  5. Adorei! Faça capitulos mais detalhados, uma dica é faz por capitulos como se fosse um livro, e vai liberando aos poucos! Esta me motivando bastante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostasses! :)

      Huumm gostei da dica, mas tu te referiu a criar capítulos sobre a minha história?!

      Volte mais vezes!

      Um beijão

      Excluir
  6. Nossa Maiara que linda a tua história, estou até emocionada!! Que cabeça maravilhosa que tu tens, com apenas vinte e poucos anos!! Virei tua fã!!! Estou lendo tudo do teu blog!! Muito legal!! Parabéns!! Beijão!! Jucele Xavier Rodrigues Brum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnn Ju, que honra!!!
      Mas só me virei com o que eu tinha, decidi correr atrás dos meus sonhos e não ser vítima das circunstâncias.

      Todas nós podemos fazer a diferença, apenas temos que escolher fazer isso!

      Fico muito feliz que estejas gostando!
      Devore esse blog, pois ele é feito pra vocês!

      Beijão querida

      Excluir
  7. Patrícia Rodrigues22 de julho de 2013 15:55

    Oi Maiara,
    Adoro o teu blog, tuas histórias de rumo a excelencia de rumo ao sucesso, me identifico muito com elas pois quando saimos de uma cidade pequena do interior saimos cheia de expectativas e projetos. A caminhada é longa (e nós sabiamos que era) mas quando olhamos p/ trás nos damos conta que vale muito a pena e melhor quando olhamos p/ frente sabemos que ainda podemos construir um patrimonio intelectual maior ainda com os passos que serão dados, veja o teu sucesso em 5 anos vc conquistou muitas coisas e não me refiro só a bens materiais e sim muita experiência, muita visão de mundo, de negócios e de empreendedorismo.
    Costumo dizer que quando queremos algo ( e mulheres querem mil coisas, vai dizer que não?) noites viram dias, estudos se transformam em lazer, passeios agradáveis com cães viram renda extra e nada é díficil aliás essas palavra "díficil" nem existe em nosso vocabulário.
    Continue assim querida e compartilhe conosco toda a caminhada ao sucesso. Parabéns pelo excelente trabalho.

    ResponderExcluir

Estar aqui significa que você já deu o primeiro passo em busca da sua independência financeira.
Muito obrigada pela sua participação!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...